Os americanos Whitechapel, verdadeiros líderes do deathcore atual, apresentaram recentemente o videoclipe para a faixa “Bring Me Home”, do álbum “Mark of the Blade”.

Esta é das primeiras músicas de Whitechapel com vozes limpas, o que surpreendeu muitos dos fãs da banda. O tema trata da superação da perda do pai do vocalista Phil Bozeman, que assim enfrenta os seus demónios através da música:

Este vídeo diz-me mais do que qualquer vídeo que já tenhamos feito. É um retrato da minha luta enquanto lidava com a perda do meu pai quando tinha 10 anos. Os meus planos mostram-me nos meus momentos mais negros. A atmosfera da sala em que gravámos isto capturou perfeitamente como me sentia na altura. Negro, deprimido e suicida. Os planos do homem e do rapaz retratam a ligação que tinha com o meu pai e quão devastado fiquei quando ele partiu. São apresentados numa espécie de estado de sonho meu, a lembrar-me dele. O último plano é das campas reais do meu pai e da minha mãe. É fantástico ter esta autenticidade no vídeo. A cena final é demonstrar que sobrevivi a isto e que, haja o que houver, vou continuar a avançar sem desistir.

Recorde-se que a banda estará no Vagos Metal Fest 2017, juntamente com nomes como Arch EnemyKorpiklaaniGama BombGruntAnd Then She CameTales Of The UnspokenMiss LavaBrutality Will PrevailBatushkaChelsea GrinPrimordialHills Have Eyes, entre outras bandas a anunciar. Bilhetes aqui.

Comentários

Divulgamos o melhor que a música extrema tem para oferecer, pela divulgação de trabalhos e eventos, reportagens, entrevistas, etc. LIGHTS - CAMERA - MOSH!